quinta-feira, 15 de outubro de 2009

A busca do começo.

Quando eu pensei em escrever sobre o começo, pensei em contar um pouco sobre como comecei a trabalhar com artesanato. Aí fiquei um tempão pensando, tentando lembrar qual foi minha primeira peça, porque tinha feito, como eu tinha feito. Iniciei aí um processo de pesquisa, porque eu simplesmente não lembrava. Todos os dias, a toda hora, eu ficava tentando lembrar. Perguntei pra minha mãe se ela tinha alguma coisa guardada. Ela tem várias coisas feitas por mim, mas não era nada daquilo

"E agora, como eu vou fazer prá escrever sobre o começo? Vou ter que desistir desse assunto e arrumar outra coisa prá postar no blog. Ah, e que importância tem? quem vai querer saber isso? "

Nesse meio tempo, eu já tinha deixado o povo lá de casa doido prá achar alguma coisa. Meu pai se mobilizou e resolveu ajudar abrindo as caixas e pastas onde ele costuma organizar convites, cartões, participações, recortes, etc. Mas nada, acho que algumas coisas ficaram para trás durante a mudança, ou então foram mesmo para o lixo.

"Melhor mesmo esquecer esse assunto".

No meio daquelas caixas e pastas abertas, mais do que um objeto específico, encontramos um monte de outras coisas. Lembranças, recordações, histórias e mais histórias. E já que estavamos nessa viagem no tempo, deu a maior vontade de reviver também as fotos. Não temos muitas, mas o suficiente prá viajar longe. E eu amo ouvir a narração das fotos. Pai fala uma coisa, mãe completa, conta mais um pouco. Algumas coisas eu até lembro, outras eu nem tava lá. Ah, tão bom.... bateu uma saudade !!!

"Oh, meu problema está resolvido. Vou escrever sobre saudade".

segunda-feira, 2 de março de 2009